Notícia

Uma empresa familiar

Uma empresa familiar

Uma empresa familiar

10 Outubro 2019

O ‘Dia dos Príncipes’ celebra-se na Holanda na terceira terça-feira do mês de setembro. Nesse dia, o rei comunica ao país o programa que o governo elaborou para o próximo ano. A economia é sempre uma componente muito importante desse programa. Após anos de expansão, o crescimento da economia parece começar a estagnar, não apenas na Holanda, mas também em toda a zona euro.

Além de outros aspetos, o programa também falou sobre a escassez de mão-de-obra, uma vez que muitos países se debatem com a falta de pessoal técnico qualificado. A estagnação da economia deve-se em parte a essa escassez de mão-de-obra. As empresas tentam expandir a sua atividade, mas não o conseguem porque não conseguem responder à procura devido à escassez de pessoal.

Também na ErfGoed fazemos todos os esforços para conseguir atrair suficiente pessoal qualificado. No entanto, isto não é tudo, porque se as pessoas saírem com grande facilidade porque acham que podem conseguir melhores condições noutra empresa, o nosso esforço não servirá de muito. Por isso, é muito importante conseguir atrair e manter os nossos colaboradores!

Nesse contexto, muitas vezes penso na maneira como as empresas de sucesso, como a Philips por exemplo, tratavam seus funcionários no passado. Quem conseguia um emprego na Philips, normalmente mantinha-se na empresa o resto da sua vida. A empresa assegurava tudo para os seus funcionários, incluindo habitação. A Philips era a sua vida e os funcionários esforçavam-se por defender o nome da empresa. A empresa fazia parte do seu DNA, por assim dizer.

Lembro-me especialmente do sentimento de família que os funcionários sentiam em conjunto. É disso que precisamos atualmente. É precisamente nestes momentos de grande individualização que as pessoas precisam de ser valorizadas. Necessitamos de uma cultura corporativa na qual o empregador e os funcionários se interessam, se envolvem e se solidarizam uns com os outros, tanto nos bons como nos maus momentos. Isso permite que as pessoas sintam orgulho da “empresa” e executem seu trabalho com entusiasmo.

Todos os dias sinto-me orgulhoso e grato por fazer parte da Família ErfGoed!

Se você tiver outras sugestões ou ideias, não hesite em telefonar ou enviar um e-mail!

Hugo Paans,
Diretor-geral